segunda-feira, 9 de março de 2015

História da imigração dos operários especializados espanhóis no Brasil


Imagem meramente ilustrativa

Tópico 1002

Em 19 de agosto de 1958, as 12 horas, chegou ao Porto de Santos o vapor espanhol "Cabo de Hornos" trazendo uma leva de imigrantes espanhóis, que, com o plano de reagrupação familiar, veio instalar-se no Estado de São Paulo.

Além destes, o barco espanhol transportou, encaminhados pela Comissão Intergovernamental das Migrações Européias - (CIME), os primeiros imigrantes espanhóis do plano de envio de mão de obra especializada, pré-colocada, e cujo embarque dependeu de rigorosa seleção nos termos do acordo firmado com o Brasil e pelo INIC.

Esta primeira leva de 15 imigrantes trabalhadores especializados foi constituída de torneiros, fresadores, soldadores, ajustadores, e fundidores. Para recebê-los estiveram a bordo o consul espanhol, sr. Rodolfo Arevalo, o chanceler do consulado, sr. Nicolás Fernandes Esteves, sr. Angelo Romero, funcionário do CIME, encarregado da recepção, além do padre José Luiz Cotallo, capelão de imigrantes espanhóis, estes, recebidos pelo comandante do navio, capitão Rafael Orbea, mantiveram contato com os imigrantes dirigidos, depois de haverem passado pela fiscalização da imigração federal e estadual.

O encaminhamento dos imigrantes dirigidos, com destino para São Paulo, sob o plano de mão de obra especializada, foi possível por ter a Espanha, após a guerra, visando a industrialização intensiva do país, instituido universidades que prepararam profissionais técnicos especializados, iniciativa essa adotada pelo governo e que o possibilitou cobrir as necessidades da indústria do país e ainda permitiu a imigração destes operários para o Brasil.

Ao chegarem os imigrantes manisfetaram seu contentamento afirmando que consideravam nosso país um prolongamento da patria de origem, e que estavam dispostos a trabalhar com o máximo de entusiasmo.

Foram os seguintes operários especializados que constituiram a primeira leva de imigrantes da Espanha para o Brasil dirigidos pelo CIME; José Zayos Jimenez, José Japon Benitz, Emilio Sanches San Cristobal, Manoel Gil Vasquez, Rafael Alvarez Calvo, Gregório Aeston Buran, Antonio Castilho Luengo, Francisco Leon Camargo, Feliz Pagador Rios, Antonio Ruiz Espinosa, Juan Rubio Blanez, Antônio Martim Garcia, Manoel D. Gutierrez, Mariano Galon Fernandes, e Ramon M. Munhoz, que tinham na época, entre 24 e 35 anos de idade.

Esses imigrantes vieram ao Brasil individualmente, e, após a sua adaptação, os que eram casados, tiveram a oportunidade do reagrupamento familiar, e com isso puderam trazer suas famílias para viverem no Brasil.


****************************************************************************************************************************

Marcelo Gil é Conciliador e Mediador Judicial capacitado nos termos da Resolução nº 125 de 2010, do Conselho Nacional de Justiça, pela Universidade Católica de Santos. Mediador capacitado para a Resolução de Conflitos Coletivos envolvendo o Poder Público, pela Escola Nacional de Mediação e Conciliação do Ministério da Justiça - ENAM-MJ. Pós-graduado em Docência no Ensino Superior pelo Centro Universitário SENAC. Gestor Ambiental capacitado em Gestão de Recursos Hídricos pelo Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais - PNC, do Ministério do Meio Ambiente. Inscrito no Conselho Regional de Química da IV Região e no Conselho Regional de Administração de São Paulo. Graduado pela Universidade Católica de Santos, com Menção Honrosa na área ambiental, atribuída pelo Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas - IPECI, pela construção e repercussão internacional do Blog Gestão Ambiental da UNISANTOS. Corretor de Imóveis desde 1998, agraciado com Diploma Ético-Profissional pelo CRECI-SP, por exercer a profissão por mais de 15 anos sem qualquer mácula. Homenageado pela Associação Brasileira de Liderança - BRASLIDER, no Círculo Militar de São Paulo, com o Prêmio Excelência e Qualidade Brasil, na categoria Profissional do Ano 2014 - "Corretor de Imóveis/Perito em Avaliações - Consultor de Negócios Imobiliários, Turismo e Meio Ambiente". Inscrito no Cadastro Nacional de Avaliadores do COFECI. Perito em Avaliações Imobiliárias com atuação no Poder Judiciário do Estado de São Paulo. Especialista em Financiamento Imobiliário. Agente Intermediador de Negócios. Pesquisador. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - PROTESTE. Associado ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC. Membro da Academia Transdisciplinaria Internacional del Ambiente - ATINA. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - URBAN GATEWAY. Membro da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis. Membro da Rede de Educação Ambiental da Baixada Santista - REABS. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.


Contato : (11) 97175.2197, (13) 99747.1006, (15) 98120.4309 /// E-mail : marcelo.gil@r7.com

Skype : marcelo.gil2000i /// Facebook : Corretor Marcelo Gil /// Twitter : marcelogil2000i

No GOOGLE procure por Corretor Marcelo Gil.

Per fas et nefas, Laus Deo !!!
(Por todos os meios, Deus seja louvado)


****************************************************************************************************************************

Link desta postagem ;

             
****************************************************************************************************************************

Um comentário:

  1. Conheça todos os tópicos publicados.

    Acesse: www.marcelogil2000i.blogspot.com

    ResponderExcluir