quinta-feira, 8 de maio de 2014

Pesquisa aponta que mercado imobiliário cresceu 13% em 2013


Imagem meramente ilustrativa



O Brasil teve 196.292 unidades lançadas no ano passado, totalizando um valor de vendas de R$ 90 bilhões, um crescimento de 13% em relação ao ano passado. Desses imóveis, 79% são apartamentos com o metro quadrado médio a R$ 5.560, valor 9% superior ao registrado pela mesma pesquisa em 2012: R$ 5.110.

No período, a inflação medida pelo IPCA ficou em 5,91%. Os dados estão no Anuário do Mercado Imobiliário lançado nesta terça-feira, dia 06, pela Lopes, que inclui informações de 134 municípios e contempla 91% do mercado nacional.

"Vivemos 20 anos em cinco por conta de uma demanda represada. Agora, estamos num cenário de normalidade. Acho que o número de unidades deve crescer 5% esse ano. As vendas talvez aconteçam de forma mais lenta, mas o normal é que os lançamentos sejam vendidos ao longo dos dois anos de obras mesmo, sem aquela euforia dos últimos anos", avalia Fábio Pacheco, diretor da Lopes Rio.

São Paulo, Rio e suas regiões metropolitanas concentraram 51% do total de lançamentos. Um sinal claro de que, apesar dos altos preços cobrados nas duas principais capitais do país e do ritmo mais lento das vendas, o mercado mantém o otimismo.

São Paulo e sua região metropolitana concentraram o maior número de lançamentos: 68.749 unidades. Em seguida, vem o Rio e sua região metropolitana que tiveram 28.571 unidades lançadas; e o interior paulista, com 26.855 lançamentos. No Rio, o número de unidades caiu em relação ao ano passado, quando os lançamentos chegaram a 29.160. Mas em relação ao valor de vendas houve crescimento de 16%: R$ 12,9 bilhões em 2013, contra R$ 11,1 bilhões.

No quesito preços, São Paulo foi o que teve o valor médio mais alto do metro quadrado lançado: R$ 8.470, seguido por Niterói (R$ 7.380), Santana de Parnaíba (R$ 6.740), Recife (R$ 6.600), Campinas (R$ 6.430) e, finalmente, o Rio (R$ 6.360).

O valor baixo, se comparado ao preço médio do metro quadrado de imóveis anunciados no Rio, que chegou a R$ 10.538 em abril, segundo o índice FipeZap, tem uma explicação. Os lançamentos na cidade concentraram-se em regiões em que os imóveis tem preços mais baixos, como as zonas Norte e Oeste:

"Nos anos anteriores, ainda tivemos alguns lançamentos na Zona Sul, o que joga para cima os preços. Como em 2013, os lançamentos estavam mais concentrados na região do Grande Méier e no Recreio, os preços caíram um pouco", explicou Pacheco.


Fonte: Secovi do Rio de Janeiro.

Tópico elaborado por Marcelo GiL.


Veja também ;

ESPECIAL: Direitos dos pacientes com câncer.

História do Guarujá nos seus 120 anos de fundação.

Diário Oficial da União - Marco Civil da Internet no Brasil.


****************************************************************************************************************************

Marcelo Gil é Conciliador e Mediador Judicial capacitado pela Universidade Católica de Santos, nos termos da Resolução 125, de 2010, do Conselho Nacional de Justiça. Corretor de Imóveis desde 1998, registrado no Cadastro Nacional de Avaliadores do Cofeci. Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias com atuação no Poder Judiciário do Estado de São Paulo. Pós-graduando em Docência no Ensino Superior no Centro Universitário SENAC. Gestor Ambiental, inscrito no Conselho Regional de Química da IV Região, e no Conselho Regional de Administração de São Paulo, graduado pela Universidade Católica de Santos com Menção Honrosa na área ambiental, atribuída pelo Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas - IPECI, pela construção e repercussão internacional do Blog Gestão Ambiental da Unisantos. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Pesquisador. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Associado ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC. Membro da Academia Transdisciplinaria Internacional del Ambiente - ATINA; Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Membro da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis. Membro do Grupo de Pesquisa 'Direito e Biodiversidade' da Universidade Católica de Santos. Membro da Rede de Educação Ambiental da Baixada Santista - REABS. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

Contato : (11) 97175.2197, (12) 98195.3573, (13) 99747.1006 /// E-mail : marcelo.gil@r7.com

Skype : marcelo.gil2000i /// Facebook : Corretor Marcelo Gil /// Twitter : marcelogil2000i


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

             
****************************************************************************************************************************

Um comentário:

  1. Conheça todos os tópicos publicados.

    Acesse: www.marcelogil2000i.blogspot.com

    ResponderExcluir